Disputando com pesos pesados a uma vaga no Senado, o delegado Fabiano Contarato (Rede) virou alvo a ser abatido pelos seus principais concorrentes após pesquisas eleitorais indicarem um crescimento rápido dele nas intenções de voto. Diversos materiais contra o redista começaram a circular ontem (26) pelas redes sociais. Neles, há montagens contendo informações inconsistentes sobre o delegado e julgamentos morais sobre a sua postura na vida privada.

Um dos posts que se propagou na internet compara Contarato ao deputado federal Jean Willys (Psol-RJ), conhecido militante da causa gay. Numa outra publicação, há acusações de que o delegado é contra a

família e a favor da “devassidão, promiscuidade e a utilização do kit gay nas escolas de ensino fundamental”. Um suposto relacionamento homoafetivo do candidato também é usado para impactar negativamente potenciais votos do eleitorado mais conservador.

Em seu perfil numa rede social, Contarato rebateu as informações disseminadas com a seguinte mensagem: “A minha campanha seguirá no caminho do bem; quem tenta distorcer informações e espalhar inverdades não pode ser chamado de cristão”.

De acordo com a mais recente pesquisa Futura, o redista possui 24% das intenções de voto e está em terceiro lugar na preferência do eleitor de todo o Espírito Santo. Na Grande Vitória ele lidera a consulta feito pelo instituto e ainda tem a preferência dos eleitores com ensino superior.

fonte: estadocapixaba.com